Dentro do quadro

Em pleno processo de criação e execução, o artista plástico Toz recebeu a Portunhol, na fábrica Bhering, em Santo Cristo. O artista que acaba de inaugurar uma exposição num novo espaço dentro da fábrica, mistura efeito visual e técnica apurada no spray. Usando mais a poeira que propriamente o jato de tinta, Toz trás referências à Monet e surpreende ao mergulhar no preto absoluto. Um quadrado no centro das obras rouba a cena e chama à reflexão.
Toz que continua a pintar nas ruas, se mostra a cada exposição mais a vontade no espaço controlado. A exposição chama-se Céus de Monet. Mas poderia ser Na poeira do Toz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *